quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

poética 34


fotos: artur gomes


poética 34


procuro
afiar sempre
os gumes da faca
para cortar
qualquer palavra
açucarada
a fé é cega
mas a faca é amolada


arturgomes
poéticas fulinaímicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário