sábado, 29 de dezembro de 2012

fulinaimagem



Fulinaimagem
1

por enquanto
vou te amar assim em segredo
como se o sagrado fosse
o maior dos pecados originais
e a minha língua fosse
só furor dos canibais
e essa lua mansa fosse faca
a afiar os verso que ainda não fiz
e as brigas de amor que nunca quis
mesmo quando o projeto
aponta outra direção embaixo do nariz
e é mais concreto
que a argamassa do abstrato

por enquanto
vou te amar assim admirando o teu retrato
pensando a minha idade
e o que trago da cidade
embaixo as solas dos sapatos

2

o que trago embaixo as solas dos sapatos
é fato
bagana acesa sobra o cigarro é sarro
dentro do carro
ainda ouço jimmi hendrix quando quero
dancei bolero sampleando rock and roll
pra colher lírios há que se por o pé na lama
a seda pura foto síntese do papel
tem flor de lótus nos bordéis copacabana
procuro um mix da guitarra de santana
com os espinhos da rosa de Noel


a flor da pele da menina

quando a pele da minha retina
cruzou com a flor da pele dessa menina
raios e centelhas acenderam a chama
os nervos se retesaram
e nas mãos as tuas queimando
ao roçar teus seios
por sob o tecido da blusa
onde meus olhos em brasa
queriam estar rente a pele
como um passeio que revela
a luz de todas as coisas
que existem na caravela
como uma pétala de girassóis
que eu descobri nos olhos dela

arturgomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário