segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Manuel Bandeira o poeta do castelo



Documentário de Joaquim Pedro de Andrade. Elenco: Manuel Bandeira.
Versos de Manuel Bandeira, lidos pelo poeta, acompanham e transfiguram os gestos banais de sua rotina em seu pequeno apartamento no centro do Rio; a modéstia do seu lar, a solidão, o encontro provocado por um telefonema, o passeio matinal pelas ruas de seu bairro.

1º Festival Nacional de Cinema do IFF
Inscrições par as Mostras Competitivas até 1º de Março
Inscrições para Mostras Não Competitivas abertas permanentemente


maiores informações:
artur gomes
professor da oficina cine vídeo
Curador do 1º Festival Nacional de Cinema do IFF
fulinaíma produções

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Festival Nacional de Cinema do IFF homenageia Walter Carvalho



Filmes que Walter Carvalho atuou como fotógrafo

Febre do rato (2011), de Claudio Assis. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Paulínia 2011.
 Sonhos Roubados (2009), de Sandra Werneck
23 anos em sete segundos: o fim do jejum do Corinthians (2009), de Di Moretti
A Erva do rato (2008), de Julio Bressane
Chega de saudade (2007), de Laiz Bodanzky
Cleópatra (2007), de Julio Bressane. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Cinema de Brasília.
O céu de Suely (2006), de Karim Aïnouz
O baixio das bestas (2006), de Cláudio Assis
Eu me lembro (2005), de Edgar Navarro
Crime delicado (2005), de Beto Brant. Prêmio de melhor fotografia no 10º Festival de Miami.
Veneno da madrugada (2005), Ruy Guerra. Prêmio de melhor fotografia no Festival de Brasília.
A máquina (2005), de João Falcão
Entreatos (2004), de João Moreira Salles
Cazuza – O tempo não pára (2004), de Sandra Werneck e Walter Carvalho
Carandiru (2003), de Hector Babenco
Filme de amor (2003), de Júlio Bressane
Madame Satã (2002), de Karim Aïnouz
Amarelo manga (2002), de Cláudio Assis
Lavoura arcaica (2001), de Luiz Fernando Carvalho. Prêmio de melhor fotografia nos festivais de Cartagena e Havana. Prêmio da Associação Brasileira de Cinematografia (ABC) e o Grande Prêmio Brasil do Cinema Brasileiro.
Amores possíveis (2001), de Sandra Werneck
Abril despedaçado (2001), de Walter Salles
O primeiro dia (2000), de Walter Salles
Villa-Lobos, uma vida de paixão (1999), de Zelito Viana
Notícias de uma guerra particular (1999), de João Moreira Salles e Kátia Lund
Central do Brasil (1998), de Walter Salles
Pequeno dicionário amoroso (1997), de Sandra Werneck
Cinema de lágrimas (1995), de Nelson Pereira dos Santos
Terra estrangeira (1995), de Walter Salles
Socorro Nobre (1995), de Walter Salles
Krajcberg, o poeta dos vestígios (1987), de Walter Salles
Jorge Amado no cinema (1979), de Glauber Rocha

Filmes que Walter Carvalho atuou como Diretor
Raul – O início, o fim e o meio (2011)
Budapeste (2009)
Moacir arte bruta (2005)
Cazuza – O tempo não pára (2004)
 Lunário perpétuo (2003)
Janela da alma (2002). Codirigido com João Jardim.

maiores informações:
artur gomes
professor da oficina cine vídeo
Curador do 1º Festival Nacional de Cinema do IFF
fulinaíma produções
(22)9815-1266 begin_of_the_skype_highlighting            (22)9815-1266      end_of_the_skype_highlighting

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

1° Festival Nacional de Cinema do IFF

Pérolas do Cinema Nacional


Mostra Fulinaimagem Curta IFF
De 14 a 16 de março - 2012
Campus Campos – Centro
Rua DR. Siqueira, 273 – Campos dos Goytacazes-RJ

Algumas preciosidades de Glauber Rocha, Terra em Transe, Deus e o Diabo na Terra do Sil e o Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro, além de Vidas Secas de Nelson Pereira dos Santos, Bicho de 7 Cabeças de Laís Bodanski, e de um magnífico documentário de Joaquim Pedro de Andrade sobre Manuel Bandeira, com música e voz Tom Jobim interpretando Trem de Ferro.

A primeira parte de Deus e o Diabo na Terra do Sol  já está aqui: oficina cine vídeo http://pelegrafia.blogspot.com

Inscrições para as Mostras Competitivas do o 1º Festival Nacional de Cinema do IFF até 1º de Março
Inscrições para as Mostras não competitivas, abertas permanentemente na Oficina Cine Vídeo


1° Festival Nacional de Cinema do IFF
(Instituto Federal Fluminense de Educação, Ciência e Tecnologia)

um múltiplo olhar sobre tudo o que é arte. vídeo.arte, vídeo.teatro, vídeo.vida, vídeo.cultura, vídeo.clipe, vídeo.poesia, uma viagem por estradas sem fronteiras inter-vias festival de cinema do IFF imagens para o além-mar da menina dos olhos de quem olha e aprende a v(l)er.

no link abaixo Regulamento e Ficha de Inscrição

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

11ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

 


Estão abertas até 18 de março as inscrições para a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, um dos mais importantes festivais do segmento no Brasil. A 11ª edição do evento ocorre de 29 de junho a 15 de julho no Teatro Governador Pedro Ivo Campos, na capital catarinense.


Podem participar da seleção produções nacionais de todos os gêneros e formatos, direcionadas ao público infanto-juvenil e inéditas em Santa Catarina. O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site www.mostradecinemainfantil.com.br


Este ano todo o processo será online, inclusive o envio dos filmes. As obras selecionadas serão divulgadas em maio. O Melhor Filme eleito pelo Júri Oficial e o Melhor Filme escolhido pelo público infantil receberão o prêmio aquisição da TV Brasil no valor de 10 mil reais.


Além dos curtas nacionais na Mostra Competitiva, a programação do evento traz curtas e longas-metragens internacionais, médias e longas brasileiros nas mostras especiais não-competitivas e pré-estreias. “É o resultado de um ano de muito trabalho e pesquisa, pois fizemos parcerias com vários festivais do Brasil e exterior”, salienta Luiza Lins, diretora da Mostra e idealizadora do projeto.


Nessa edição do evento ocorre o 8ª Encontro Nacional de Cinema Infantil, o 5º Fórum de Cinema e Cidadania, o Pitching, em parceria com o Festival Internacional de Cinema Infantil, oficinas para crianças e professores da rede pública e o Projeto Escola, que oferece transporte para as crianças das escolas públicas até à sala de cinema do festival.


A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é uma realização da Lume Produções Culturais com apoio do Núcleo de Ação Integrada e patrocinadores.
 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

JEFFERSON: VAMOS VOLTAR A SER REFERÊNCIA NACIONAL


O Diretor Geral do Câmpus Campos-Centro, Jefferson Azevedo, concede entrevista e diz que a gestão será dedicada também à sociedade, que financia o IFF.

Na tarde desta terça-feira, 10/01/2012, poucas horas antes de tomar posse para seu segundo mandato, o anterior foi de apenas um ano e oito meses, Jefferson Azevedo conversou com a reportagem da Folha da Manhã sobre os projetos da gestão para os primeiros momentos. Questões acadêmicas e relacionadas ao futuro do câmpus também foram tratadas. Abaixo um resumo da entrevista feito pela Comunicação Social do Câmpus.
Eleição – A nossa responsabilidade aumentou muito com a nossa eleição porque tivemos 79% dos votos, sendo que 72% dos alunos. Isso significa que mais de dois terços da nossa comunidade aprovou o modelo de gestão que nós implantamos, baseado no respeito, no diálogo e na ousadia. Nós entendemos que uma gestão só é bem sucedida quando a comunidade se percebe como autora do seu destino. Nesse sentido, nós dialogamos muito com nossos servidores, nossos alunos, respeitando muito a contribuição e reconhecendo a contribuição que cada um tem para construir um projeto educacional que de fato atenda às necessidades de nossos educandos.
Segunda gestão – Tenho certeza que vamos ampliar o diálogo com a comunidade e também para que a sociedade se aproprie dessa instituição. Nós não devemos fazer com que a sociedade seja um mero expectador dos destinos dessa instituição. O bom uso do recurso público financiado pela população, não só deve ser monitorado, como também devemos verificar se estão sendo aplicados naquilo que é realmente de interesse da sociedade. Portanto é fundamental que os atores sociais participem mais do cotidiano da nossa instituição. Isso é um esforço muito grande, mas tenho certeza que as portas de nossa instituição hoje são mais abertas e os canais de comunicação estão sendo fortalecidos.
Meta nesses primeiros momentos: a meta no segundo mandato será fazer com que também a sociedade da região se perceba como autora dos destinos dessa instituição. Para isso vamos ter de dialogar mais, e principalmente ouvir mais. O diálogo não é só da fala, mas principalmente da escuta.
Relação com os alunos – Eu vejo que a nossa gestão está muito no cotidiano dos estudantes. Não só pela votação, mas pelas manifestações que temos no dia a dia da nossa instituição. A gente percebe que os estudantes daqui têm a consciência de que essa gestão é parceira deles. A prioridade, como lema de nossa gestão é: “estudante, a prioridade é você”. Isso resume a política de nossa instituição. Estudante, a gente entende, não são só aqueles que estão matriculados, mas todas aqueles que podem potencialmente ser atendidos por uma atividade acadêmica nossa.
Cursos (Sobre o Bacharelado em Design) – Nessa instituição nós respeitamos a dinâmica dos nossos cursos.: estamos chamando os professores concursados e o próximo passo será fechar o projeto pedagógico do curso para que a gente possa iniciá-lo.
Nós estamos reformulando a oferta dos cursos superiores de tecnologia. Temos agora um pleito na área de engenharia elétrica, possivelmente um próximo curso que está por vir. Temos duas licenciaturas que estão postas, uma na área de literatura e outra na de educação física e há um pleito muito grande em outras áreas, em especial as engenharias. Vamos também, agora, repensar a oferta de cursos técnicos que hoje são estratégicos, não só para o governo federal mas também para nossa região. Vamos começar uma discussão no curso de Estradas. Na área de Mecânica, sabemos que há uma demanda grande na área de soldagem. É possível que a gente tenha uma especialização para aqueles alunos egressos do curso de Mecânica. Nas de estradas e edificações, também uma demanda em topografia. São cursos de especialização para os egressos de nossos cursos. Isso atinge não só os formandos, mas o contingente de alunos que foram formados nos últimos 10 anos e que, muitas vezes, com uma atualização dessas conseguem se inserir de forma mais qualificada no mercado de trabalho. Agora temos um reitor que nos apóia então tenho certeza que nos próximos quatro anos nos tornaremos novamente uma referência nacional.
Licenciaturas – Já temos grupos de trabalho construindo o projeto pedagógico e nós queremos vagas no vestibular de 2013 para um desses dois cursos (literatura e educação física). Vai depender da dinâmica institucional, de novas contratações. Nesse primeiro ano vamos poder definir ações de curto, médio e longo prazo.
Bloco G – Estamos construindo um prédio de oito andares com a duplicação da biblioteca, bandejão para nossos alunos, seis andares de salas de aula e laboratórios. A cobertura desse prédio terá o Espaço da Ciência, onde teremos ações na área de astronomia. Grupos de pesquisa, as licenciaturas, o Design passarão para lá. No primeiro andar teremos o no Centro de Arte e Cultura, que é retomar o projeto inicial do Bloco D: oficinas de arte no primeiro andar e um foyer, com o Auditório Cristina Bastos que vai ser um cine teatro aberto ao público externo onde poderemos trazer debates em áreas como o cinema. Vamos ter muitas ações.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

boi pintadinho


Boi Pintadinho


levanta meu boi, levanta
que é hora de viajar
acorda boi povo todo
povo e boi tem que lutar  (refrão)

levanta meu boi bahia
cantador dos alagados
da província e das cancelas
das filhas de santo amaro
dos modelos do mercado
e da lavagem do bonfim

levanta meu boi menino
de poucos anos de história
tua carne não foi santa
nem santa a carne será
cataram teu ouro todo
e secarão teu paraná

levanta meu boi mineiro
pintadinho e brasileiro
ninguém quer que o ferro em brasa
enterre vivo em seu traseiro
boi animal de minha casa
mugindo em berro e desespero

levanta que é tempo ainda
boi do frevo de olinda
pois as tardes que eram mansas
estão caiadas de suor
mas teu passo é uma dança
vem trazer coisa melhor

ArturGomes/Paulo Ciranda
Vencedora do Festival de Miracema- 1981

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

esfinge



o amor 
não e apenas um nome 
que anda por sobre a pele 

um dia falo letra por letra 
no outro calo fome por fome 
é que a pele do teu nome 
consome a flor da minha pele 

cravado espinho na chaga 
como marca cicatriz 
eu sou ator ela esfinge 
ana alice/beatriz 

assim vivemos cantando 
fingindo que somos decentes 
para esconder o sagrado 
em nosso profanos segredos 

se um dia falta coragem 
a noite sobra do medo 

na sombra da tatuagem 
sinal enfim permanente 
ficou pregando uma peça 
em nosso passado presente 

o nome tem seus mistérios 
que se escondem sob panos 

o sol e claro quando não chove 
o sal e bom quando de leve 
para adoçar desenganos 
na língua na boca na neve 

o mar que vai e vem 
não tem volta 

o amor é a coisa mais torta 
que mora lá dentro de mim 
teu céu da boca e a porta 
onde o poema não tem fim 
artur gomes 
http://juras-secretas.blogspot.com/

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

1º Festival Nacional de Cinema do IFF

gabriela azevedo - foto: artur gomes

1º Festival Nacional de Cinema do IFF
(Instituto Federal Fluminense de Educação, Ciência e Tecnologia)

um múltiplo olhar sobre tudo o que é arte. vídeo.arte, vídeo.teatro, vídeo.vida, vídeo.cultura, vídeo.clipe, vídeo.poesia, uma viagem por estradas sem fronteiras inter-vias festival de cinema do IFF imagens para o além-mar da menina dos olhos de quem olha e aprende a v(l)er.


O 1º Festival de Cinema do IFF em sua Primeira Edição será realizado no Campus Campos – Centro através de Mostras de Curtas, Média e Longa Metragem no período de 16 a 20 de Abril  de 2012, e tem como objetivo fomentar e difundir a produção áudio visual dentro  dos Campus do IFF entre os seus alunos, funcionários e professores, bem como selecionar, exibir a criatividade através da produção  áudio visual brasileira, e acima de tudo descobrir novos talentos.

Mostra Cinema Nacional

Exibição de clássicos da produção cinematográfica  Nacional, selecionados pelos alunos da Oficina Cine Vídeo do IFF e por uma comissão de seleção, nomeada pelo diretor Geral do Campus Campos Centro, Jefferson Manhães Azevedo.

Mostra Curta IFF (Fulinaimagem)

Esta Mostra está aberta a filmes produzidos com qualquer tipo de câmeras e com qualquer tempo de duração, e não tem caráter competitivo.

Mostra Itinerante com a produção vídeo gráfica da Oficina Cine Vídeo no pátio do Campus Centro no período de 14, a 16 de março de 2012, com o objetivo de divulgar as outras atividades do Festival que acontecerão no Auditório Reginaldo Rangel, bem como divulgar as Oficinas que acontecerão a partir de abril de 2012.

Mostra Cinema Possível
Projeto desenvolvido em Cabo Frio, pelo ator, mímico e cineasta Jiddu Saldanha



Mostras Competitivas

1 - Curtas-metragens produzidos em câmeras Mini DV com duração  5 a 15 minutos(incluindo créditos). Realizados entre junho de 2010 a março de 2012.

2 - Curtas-metragens produzidos  com câmeras fotográficas digitais com duração de 1 a  12 minutos (incluindo créditos). Realizados e finalizados entre junho de 2010 a março de 2012.
3 -  Curtas-metragenes produzidos com câmeras de celular com duração de 1 a 5 minutos(incluindo créditos). Realizados entre junho de 2010 a março de 2012.

Premiação

Prêmio: Categoria filme produzidos com câmera celular Estudante.
Prêmio: Categoria filme produzido com câmera celular não Estudante
Prêmio: Categoria filme produzido por Câmera Fotográfica Digital Estudante
Prêmio: Categoria filme produzido por Câmera Fotográfica Digital não Estudante
Prêmio: Categoria Mini DV Estudante
Prêmio: Categoria Mini DV não Estudante

Menção Honrosa: para um filme que se destaque entre todas as categorias mas que não seja escolhido como vencedor em uma delas.



Regulamento

  1. Os filmes devem ser enviados ao Festival de Cinema do IFF  no formato AVI MPEG ou DVD até o dia 1º de Março de 2012 (carimbo de postagem), para quem não for aluno do Campus Centro. Para os alunos do IFF Campus Centro, os filmes podem ser entregues diretamente na sala da Oficina Cine Vídeo.  A divulgação da lista com os filmes selecionados será realizada no dia 31 de Março  de 2012.

  1. Para quem não reside em Campos, os filmes devem ser enviados via Correios para Oficina Cine Vídeo – IFF Campus Campos Centro – Rua Dr. Siqueira, 273 – Parque Dom Bosco – Campos dos Goytacazes – RJ – Cep.  28030.130 Acompanhado da Ficha de Inscrição.

  1. Todos os filmes selecionados podem ter trechos copiados para fins publicitários (divulgação em TV, site e/ou outros meios de comunicação)

  1. Cada cineasta  pode inscrever 3 filmes em qualquer uma das Mostras, desde que use uma ficha de inscrição para cada filme.

  1. Depois da seleção, a aceitação ou rejeição do filme a lista será divulgada  nos blogs http://portalfulinaima.blogspot.com http://www.camposcentro.blog.br e no site www.iff.edu.br

  1. A concordância com este regulamento permitirá ao IFF reproduzir a Mostra em outros Campus da instituição num futuro próximo.

  1. As cópias dos  filmes inscritos, selecionados ou não,  não serão  devolvidos.

  1. As inscrições são gratuitas.

  1. Os filmes inscritos passam a fazer parte do acervo da Oficina Cine Vídeo do IFF e poderão servir futuramente para material de pesquisa sendo utilizados unicamente para fins culturais e educativos.

  1. A  seleção dos filmes, será feita pelo curador do Festival (Artur Gomes) e por uma Comissão de Seleção, nomeada pelo diretor do Campus Campos Centro, Jefferson Manhães de Azevedo.



Campos dos Goytaczes, 10 janeiro de 2012




Artur Gomes
Fulinaíma Produções
(22)9815-1266 begin_of_the_skype_highlighting            (22)9815-1266      end_of_the_skype_highlighting
Curador do Festival de Cinema do IFF  e Professor da Oficina Cine Vídeo




Ficha de Inscrição

Nome:­­­­­­­­­­­__________________________________________________

Título do Filme:____________________________________________

Mostras Competitivas:
Categoria:  (   ) Câmera de Celular     (   ) Câmera Fotográfica Digital
 (    ) Mini DV     (    ) outro tipo de Câmera.

Endereço:________________________________________________

Cidade: ___________________________Estado: ______________­­­__

Fone:______________________

e-mail______________________

Página na internet.:_________________________________________

Estudante:?_______(      )             (            )
                                         Sim                 Não


Se estudante -  Qual Instituição: ________________________________





terça-feira, 10 de janeiro de 2012

cosmogonia 2

  •  

fotos: - welliton rangel


a dor atravessa o país
num espelho d´água
quantas vidas quantas cheias
quantas secas quantas mágoas
o planeta devolve o tapa
que o homem dá no planeta
em seu estado de calamidade
                                       
terra,
não sei mais por quantos séculos
 suportará a agonia
de chorar a sua dor com tempestade

arturgomes